Cemitério de elefantes

O fotógrafo Nego Miranda apresentou ontem na Roda de Fotógrafos seu trabalho “A Eterna Solidão do Vampiro", livro de fotografias inspiradas na obra de Dalton Trevisan. Em 2012 segui o mesmo caminho: Retratar a Curitiba que via nos contos do Dalton, ainda sem conhecer o livro do Nego Miranda. Descobri logo no início da minha pesquisa, mas decidi não ver as fotos para não “influenciar” o olhar, mesmo morrendo de curiosidade. Passei longe das exposições e mostras que ele fez durante esse período. Apresentei a minha versão no final de 2012 e a primeira coisa que fiz foi ir correndo ver as fotos do Nego. Pra minha surpresa, concordamos que ao retratar Dalton Trevisan e Curitiba, é impossível não passar pelos cemitérios de elefantes.

Nego Miranda, A Eterna Solidão do Vampiro.

Paço da Liberdade. Eduardo Macarios, 2012.